30/12/2012


Réquiem

 


a Jeferson

As pessoas partem
antes mesmo do sol nascer
ou chegar o inverno,
antes mesmo da luz
das órbitas se apagar
e o verão da tez
saltar nas rugas do tempo.

Não entendo,
ainda era cedo, menino...
o seu caminho era longo
e os seus anseios eram tantos...

Ainda era cedo,
cedo, cedinho
para seu sorriso largo
se estreitar num profundo silêncio.

Eu não cedo em afirmar:
ainda era cedo,
cedo, cedinho...
mas já que partiu,
descanse, querido.

 

Categoria: Inspirações
Escrito por Ligia Araujo às 17h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil


BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, Portuguese, Latin, Arte e cultura

Histórico