30/07/2012


Aurora

 

 

 

Ressurjo das sombras insones,
avisto um tenro clarão:
ilusões afogadas,
alma revigorada.

 

A estrada agora é plana
- superfície estável -
e retilínea:

avisto minhas cinzas,
renasço pela manhã.

 

Categoria: Transcendência
Escrito por Ligia Araujo às 17h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil


BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, Portuguese, Latin, Arte e cultura

Histórico