02/06/2012


Anos 30

 

 

Quisera eu

ser a dona de seu olhar de amor,

ou do último palpitar de seu coração,

ou ser a musa da sua canção,

ou então, sublimar o meu ardor.


Mas não...

Você me olha e não me enxerga,

você me toca e não me sente,

você me aceita e me renega.


Quisera... um dia...

ser para você poesia.

E assim,

me derramar em verso

e te virar do avesso...

 

Categoria: Inspirações
Escrito por Ligia Araujo às 18h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil


BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, Portuguese, Latin, Arte e cultura

Histórico